Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Cadernos da América Latina

Na próxima segunda-feira dia 22 às 18h30 na Casa dos Mundos (Rua Nova da Piedade 66) abertura da exposição “Cadernos da América Latina” e do lançamento do livro com o mesmo nome (no singular). Capa em baixo.

À entrada também mostro a exposição “Cartas da América Latina” que já foi exposta em Viana do Castelo na galeria Dínamo10.

Apareçam, estão todos convidados, se não vão lá ver depois (terça a sábado das 14h30 às 19h30).

Quando desapareceram os cadernos com os desenhos da América Central escrevi ao Héctor Abad Faciolince, jornalista e escritor colombiano. Ele escreve para o jornal El Espectador e reflecte muito sobre a memória nomeadamente no livro “Traições da Memória“. O desenho tem tudo a ver com a memória e, por isso, pedi-lhe que escrevesse um texto para esta exposição e este livro. E ele, gentilmente, enviou-o com o título “A neblina de ontem”. Obrigado Héctor.


5 comentários:

Mário Linhares disse...

Parabéns! Vou comprar de certeza!

dilarp disse...

Parabéns, Eduardo, pela exposição e pelo livro.

Alexandra Baptista disse...

Deve estar lindo, tb vou juntá- lo à coleção.

Jrosa disse...

Iniciativa de sonho! Muitos parabéns, Eduardo, é mais um livro para lugar de destaque na estante de honra.

nelson paciencia disse...

Imperdível!