Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Mosteiro da Batalha


Carrasqueira

A vista para o lado da terra também é bonita.

Doce de Amora

Férias em Agosto na terra é sinónimo de uns bons passeios à procura de amoras, com umas barrigadas de figos à mistura pois figueiras a abarrotar de figos por colher, não faltam. E quando não há limpezas nas bermas das estradas temos colheita garantida! E depois, vem o doce da minha mãe :) Aqui fica a receita.

gente desenhada no mês de julho





na praia são aqueles ilustres desconhecidos ali tão a jeito
em casa é aquela pose que solicitamos:fica quieta, não te mexas, e esperamos, nervosos, que saia ao menos parecido
desta vez deu certo, graças aos deuses



33.º / 39 - Mação

Que sentimento este, sem explicação,
Que mesmo desenganado, persiste no coração.


Pablo Neruda no Convento dos Capuchos

O único desenho de mais uma tarde inesquecível de rabiscos e petiscos! A linha horizontal é o Oceano Atlântico em frente à Costa da Caparica. A escultura é de Pablo Neruda no Convento dos Capuchos com uma vista deslumbrante do Tejo ao Palácio da Pena na Serra de Sintra.

Mais ALI



Linda Martini - Theatro Circo 28.08.2015

Antes de serem apagadas as luzes, sentado na primeira fila, mas na última cadeira da direita ( paranóia minha ) aguardava-se a entrada em cena dos Linda Martini. Os instrumentos repousavam. O ligeiro atraso de alguns espectadores que encheram uma das mais belas salas do nosso país, permitiu o desenho de algumas coisas no palco, ao nível da minha cabeça ( que planeava desenhar mais durante o concerto ) mas não mais houve descanso. 
Não se podia registar imagens...mas já havia registado a minha.

Agenda dos Sketchers - Agosto 2015


Urban Sketchers Portugal: Blogue | Facebook

AGENDA DOS SKETCHERS


Agosto de 2015


EXPOSIÇÕES

A partir de 19 Dez. 2014 | Elvas | "Montra d'Elvas"
O 35º Encontro, realizado em Elvas em Abril de 2013, deu origem a um projecto muito interessante. "Elvas, cidade Património Mundial", mostra como, sobre as cinzas (neste caso grafite) de uma crise devastadora para o comércio local, é possível, com muita criatividade, empenho e colaboração, tornar ventos adversos uma vantagem. Através de uma associação recém criada para dinamizar o património e a cultura nesta cidade raiana (AIAR), foi possível congregar o comércio local, a câmara de Elvas e os Urban Sketchers Portugal que disponibilizaram os seus desenhos produzidos no 35º Encontro.
27 Jun. a 30 Set. | Pombal | "Urban Sketching" | Anabela Ferreira | Capela da Misericórdia


ENCONTROS

1 Ago. | Évora | " Vamos Desenhar com Nathalia Cavalcante" | Org. Évora Sketchers

5 Ago. | Aveiro | "ASk à Quarta #17" | Org. Aveiro Sketchers

16 Ago. | Aveiro |  "ASk no Parque" | Org. Aveiro Sketchers

22 Ago. | Carrasqueira/ Álcacert do Sal | "Encontro USkP no Cais Palafítico da Carrasqueira" | Org. Urban Sketchers Portugal

22 Ago. | Montemor-o-Velho | "2º Encontro USk em Montemor-o-Velho" | Org. Montemor Sketchers

22 Ago. | Loulé | "Desenhar a Noite Branca em Loulé" | Org. Urban Sketchers Algarve

27 Ago. | Lisboa | "Encontro no Museu e Terraços do Carmo" | Org. Rita Caré e
Urban Sketchers Portugal

29 Ago. | Gondifelos | "11º Encontro USkP Norte" | Org. Urban Sketchers Portugal Norte e Associação Fértil

29 Ago. | Porto | "ASk na Sé do Porto" | Org. Aveiro Sketchers

29 Ago. | Loulé | "Desenhar a Noite Branca de Loulé" | Org. Câmara Municipal de Loulé

29 Ago. | Faro | "Faro, Vila Adentro" | Org. Q Espaço Cultural

30 Ago. | Angra do Heroísmo | "IV Encontro USkA - Terceira" | Alto das Covas, Angra do Heroísmo | Org. Urban Sketchers Açores - Terceira


FORMAÇÃO

31 Jan. a 12 Dez. | Workshops | Lisboa | "Um Ano a Desenhar Para o Futuro" | Casa-Atelier Vieira da Silva
A partir de 31 de Janeiro começa-se a desenhar o futuro na Casa-Atelier Vieira da Silva. São duas oficinas de desenho mensais ao longo do ano, com orientação de Eduardo Salavisa e urban sketchers convidados.
8 Ago. | Tiago Cruz | “A composição na dupla página"
29 Ago. | Eduardo Salavisa | "Vamos mapear o bairro das Amoreiras 5"

1 e 2 Ago. | Workshop | Lisboa | Rita Caré | "Para Quem Acha Que Nunca Saberá Desenhar"


1 Ago. | Workshop | Almada | Sara Simões | "Oficina de Desenho no jardim da Casa da Cerca - 2015" | Casa da Cerca

15 Ago.| Workshop | S. Domingos de Rana | Rita Caré | "Desenhar e Pintar Coisas Verdes e Borboletas com Lápis de Cor"

21 Ago. | Workshop | Lisboa | Pedro Cabral e Manuela Rolão | "Passeio para Desenhar II"| Jardim Botânico de Lisboa



DESAFIOS 

O desenho mais comentado no desafio do mês de Agosto é da autoria de Pedro Alves.



6º SIMPÓSIO INTERNACIONAL USk

http://urbansketchers-portugal.blogspot.pt/p/encontros.html
 
O 6º Simpósio Internacional USk decorreu de 22 a 25 de Julho de 2015 em Singapura.
Este ano, o correspondente português foi Vicente Sardinha.


Assim que cheguei não desenhei mas, contrariamente ao que me é habitual, inaugurei o caderno que a Ana me deu escrevendo as primeiras sensações:
" Primeiro contacto com Singapura: polícia, guardas, seguranças. À saída da porta do aeroporto calor e uma humidade que se cola instantaneamente ao corpo.
Fumar um cigarro. Depois de 24 horas entre aviões e aeroportos apetece fumar um cigarro. Mesmo no exterior do aeroporto não se pode fumar, excepto numa pequena zona de 3x5 marcada no chão com uma linha amarela. Enquanto fumava dois empregados da limpeza chegaram para despejar os cinzeiros. Fotografaram o cinzeiro antes e depois de limpo.
No metro do aeroporto para a cidade uma voz anuncia em inglês que se alguém vir pessoas ou objetos suspeitos para comunicar às autoridades. Entre o anúncio das estações, um aviso sobre a proibição de comer ou beber no metro."

Esta pequena prosa só prova como as primeiras impressões nem sempre são corretas. Singapura não é nada disto e é muito mais do que isto.
Este primeiro desenho foi feito no trajeto entre o hotel e o Centro de Design onde decorreia o Simpósio, quando parei para almoçar. Antes de chegar ao Centro encontrei 3 caras conhecidas: Inma Serrano, Miguel Herranz e Luís Simões. Começava bem o dia.
Primeiro dia do Simposio, 7 e meia da manhã. Primeiro desenho do dia na rua do meu hotel em Little India. As lojas ainda não estavam abertas mas em meia hora tudo isto se enche de gente, sons e cheiros.
Workshop "Pointless perspective and colored shapes" com Liz Steel.
 Liz em acção e o resultado final para a posteridade
Almoço num mercado interior com centenas de pequenas lojas de comida: chinesa, malaia, indiana, indonésia,.... Comi "onion ginger pork" e sumo de lima. Bom e barato.
 o "The New Paper", jornal de Singapura, publicou ontem um artigo sobre o Simpósio onde apareço a desenhar e no artigo estão algumas citações da entrevista que me fizeram. Pode-se ler o artigo online em- http://www.tnp.sg/news/singapore-news/sketching-singapore-its-actual-state
Workshop da tarde do primeiro dia: "religions and popular devotion in multicultural singapore" com Simo Capecchi. O workshop estava muito bem estruturado e logo no início Simo explicou-nos, com a ajuda de duas asiáticas que estavam no grupo, alguns dos rituais que se praticam no interior do templo Budista. Depois fomos desenhar para o interior do templo.

No final ainda houve tempo para desenhar no exterior do templo Hindu, situado mesmo ao lado.
No último desenho Luisa Hung está recebendo uma massagem no braço enquanto conversa com o casal de "terapeutas". Mais tarde escreveu o diálogo entre eles.
Alguns dos participantes em frente ao templo: Luisa Hung, Marina Grechanik, Simo Capecchi e Richard Alomar.
Pequeno almoço: Kaya bun and coffee por 2,4 dólares em Berseh Food Center. Tempo para experimentar a hero pen comprada na véspera.

 Workshop com Marina Grechanik e Ea Ejersbo: "Face the city"
Saint Joseph´s church
 Uma banca de adivinhação do futuro, no meio do mercado.
À entrada tinha um pequeno altar com um buda.
 
 Último dia do Simpósio.Como nota curiosa pode-se ler no primeiro desenho, num pequeno cartaz do lado direito, "turtle soup" (sopa de tartaruga). O segundo desenho foi feito durante a hora de almoço e o último durante o Sketchwalk final.
O Simpósio terminou no sábado e guardei o domingo para passear e desenhar em Singapura ao meu ritmo. Havia apenas um pequeno problema: só tinha dois dólares no bolso. Depois de procurar um multibanco na zona do hotel resolvi ir tomar um café e fazer um desenho. Enquanto observava e desenhava descobri, escondido debaixo de uns arcos, o letreiro do ATM.

Segui então para a zona da baía, a mais moderna, a mais turística e a mais cara de Singapura.
Extravagância asiática: Hotel em forma de barco com piscina e palmeiras no topo.

Durante o Simpósio além dos workshops também podiamos participar em diversas atividades. Participei na A5, Singapore diaries com Richard Alomar. Foi-nos fornecido um pequeno caderno e uma série de tarefas diárias: desenhar o almoço, desenhar um desconhecido e desenhar uma coisa engraçada ou estranha. Todos os dias ao início da manhã e ao final da tarde reuniamo-nos para trocar ideias e mostrar desenhos. Foi das coisas mais divertidas que fiz, principalmente pelo caráter informal que o Richard imprimia aos encontros. Este caderno também serviu para uma série de pequenos apontamentos durante os workshops ou retratos nas pausas.

Os Simpósios são oportunidades únicas de aprendizagem, de experimentação e de sair fora da nossa zona de conforto. Lógicamente o resultado não são os melhores desenhos do mundo. Assisti à demonstração D1: Guan Gong Dao ( How to make and sketch with a folded pen ) com Ignatius Yeo, onde aprendiamos e experimentávamos desenhar com o instrumento que aparece no desenho do meio. Difícil e extremamente divertido.



Este devia ter sido o meu primeiro post sobre o Simpósio e acabou por ser o último (?) porque o caderno estava na mala que andou uma semana desaparecida. Mala encontrada, caderno resgatado.
Trata-se de um relato contínuo da viagem entre Vila Viçosa e Singapura com algumas indicações sobro horas de partida e chegada, transportes utilizados e desenhos das estações e aeroportos.


Urban Sketchers Portugal diariosgraficos@gmail.com