Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.


Neste blog só se publicam desenhos feitos de observação e no sítio

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Agenda dos Sketchers - Fevereiro 2018

Editorial

Já passaram quase dois anos desde a Assembleia que elegeu a presente direcção dos USkP. Agora que novas eleições se aproximam, o Eduardo Salavisa, veterano dos Urban Sketchers, faz um apelo à constituição de novas listas candidatas à direcção, com novas propostas para os sketchers em Portugal.
O Tomás recorda-nos a sua sessão no Museu Arqueológico do Carmo, liderada em parceria com a sua irmã Matilde - ambos excelentes comunicadores e que arrancaram a iniciativa "Vamos desenhar com..." vigorosamente.
Bons desenhos!
A equipa da Agenda

AGENDA DOS SKETCHERS
Fevereiro 2018

Abertura à candidatura de listas para a direcção dos USkP
Por Eduardo Salavisa
Quando, nas primeiras vezes, nos encontrámos para desenhar na rua não sonhávamos que dali a uns anos seríamos centenas, no país, e milhares, no mundo. Nem todos os que apareceram tinham formação académica na área do desenho e nem todos estavam muito à vontade com esta actividade. E, já aí, estava encontrada uma das nossas ideias mestras: para desenhar é só preciso querer desenhar e para desenhar cada vez melhor é só preciso desenhar cada vez mais. E ainda outra ideia: este grupo é constituído por pessoas de todas as áreas e formações com o gosto comum de desenhar de observação no sítio.
Agora, apesar de haver uma Associação, uma burocracia necessária, com Direcção, Contabilidade, Assembleias, Actas e tudo, continuamos a ser um grupo informal que só pretende que o máximo de pessoas tenham prazer e que troquem experiências na actividade do desenho de observação. E, para fazer isso acontecer, é preciso renovar a Direcção com pessoas com novas ideias e novas maneiras de fazer as coisas.
É preciso que na próxima Assembleia se candidatem várias listas com novas propostas. Like Agenda dos Sketchers - Fevereiro 2018 on Facebook

Desenho de Nuno Matos Silva
Fomos desenhar com… os manos
Por Tomás Reis
No último sábado, encontrámo-nos no Carmo, na primeira sessão de Vamos desenhar com… deste ano. Ano novo, sketches novos, e tudo seria diferente. Para começar, o percurso seria sempre fora das paredes do Museu Arqueológico do Carmo, e a vontade de desenhar era grande. Alguns sketchers vinham do Palácio Foz e já tinham feito lindos desenhos da escadaria sumptuosa e das profundezas da abadia.
Foi então que eu e a Matilde começámos a apresentação que tínhamos preparado, enumerando algumas das coisas que mais nos fascinam no desenho, isto é, aquilo que, para nós, é mais desenhável. Falei da riqueza do Gótico e do Barroco, isto é, dos elementos cénicos que, quando são bem conseguidos, conseguem levar ao êxtase. A Matilde falou da escrita que define as cidades, da epigrafia à tipografia, dando também algumas noções sobre o registo escrito num diário gráfico.
Estava então lançado o pretexto para falar sobre o nosso gosto pelo desenho: primeiro em família, enquanto a avó levava o cavalete no carro e pintava as paisagens da serra da in loco; mais tarde, na Faculdade e, finalmente, com os sketchers, ambos começámos a por o desenho na ordem do dia. Foi por isso que terminámos a apresentação com os conselhos mais genuínos que os manos poderiam dar: “divirtam-se, desenhem sempre mais, procurem o património da vossa cidade e divulguem-no”.
Levámos o percurso de desenho a votação na plateia e fizemo-nos à calçada: desenharíamos as escadas da igreja do Sacramento, logo ali ao virar da esquina. No final, os desenhos cobriam uma mesa, e não faltavam estilos diferentes. Apenas o gosto pelo desenho nos unia, e isso bastava.
Esta tarde foi só o começo de um grande ciclo que se avizinha: no próximo mês, no dia 24, será a vez de desenhar com Ana e Mário Crispim. Vai ser imperdível! Like Agenda dos Sketchers - Fevereiro 2018 on Facebook
Entrevista a Tiago Cruz
O Tiago é o associado nº 99, é professor universitário e fundador dos Urban Sketchers Portugal Norte.

Tiago Cruz visto por Pedro Alves

Há quanto tempo desenhas?
Desde pequeno.
Há quanto tempo és USk?
Desde 2010.
O que/quem mais inspira os teus desenhos?
Isto é uma pergunta complexa. Acho que gosto de desenhar tudo… mas o que gosto menos são as casas/edifícios. As pessoas inspiram-me particularmente. Por outro lado, os meus desenhos são inspirados também pela própria linguagem plástica do desenho. Ou seja, não é o motivo a desenhar mas sim a forma de expressão em si. Neste sentido, gosto de ir experimentando coisas diferentes. De tempos em tempos mudo qualquer coisinha. Pode ser uma cor nova na paleta, um material riscante diferente, formato do cadernos, etc. Mantém as coisas frescas…
Quanto "a quem" me inspira a desenhar, é também algo que muda ao longo dos tempos consoante os meus interesses. No meu blog, do lado direito, tenho uma lista "favourite sketchers" onde vou colocando as pessoas que me foram inspirando desde 2010. Não é de forma nenhuma uma lista de pessoas que eu considero "bons" artistas. Há muitas pessoas que considero extremamente talentosas, quer na forma, quer no conteúdo, mas que não me tocam particularmente. No entanto, há outras cujo trabalho faz-me sentir algo mais intenso. Em muitas delas nem sei explicar exactamente o motivo para tal… São essas pessoas que mantenho nesta lista e que gosto de ir acompanhando o trabalho que fazem.
O encontro USk mais marcante?
Marcam todos. Uns porque de repente descubro algum aspecto diferente no desenho, outros porque conheço alguém, outros por um determinado acontecimento no local do encontro, etc…
Que materiais preferes usar?
Como referi, gosto de ir variando. Mas se tivesse que ir para uma ilha deserta e não pudesse levar muita coisa escolhia o seguinte: cadernos baratos, Lamy Safari F com tinta à prova de água e um pequeno estojo com aguarelas. Like Agenda dos Sketchers - Fevereiro 2018 on Facebook
Colabora com a Agenda dos Sketchers
Estamos sempre à procura de histórias de encontros e actividades dos urban sketchers em Portugal. Se gostavas de ver a tua história aqui, pergunta-nos como podes fazer, enviando um email para uskp.regionais@gmail.com.
Torna-te associado dos USkP. Descobre como aqui.
Gosta da página de Facebook dos USkP Like https://www.facebook.com/uskportugal/ on Facebook

ACONTECE EM FEVEREIRO

Exposições

De 01-04 a 30-04 | Castro Verde | Castro Verde em desenhos | Vários autores | Évora Sketchers e USk Beja
Uma iniciativa conjunta de dois grupos de urban sketchers para trazer os seus desenhos às ruas de Castro Verde, até Abril de 2018.
De 31-01 a 12-02 | Barreiro | Ervas espontâneas na cidade | Quercus e USkP
Exposição resultante dos desenhos publicados no blogue USkP entre Maio e Junho, numa parceria entre a Quercus e os USkP. Inaugura no próximo dia 6 de Dezembro pelas 18h30, no Pólo Cultural, no Campo de Santa Clara.

Encontros

04-02 | Lourinhã | 14º Encontro Oeste Sketchers | Oeste Sketchers
11-02 | Lisboa | Desenhar por desenhar | USkP
24-02 | Ponta Delgada | Desenhar com Maura Barreto | Museu Carlos Machado e Urban Sketchers Açores

Formação

03-02 | Lisboa | Alfabeto Lisboeta: nos limites | Mário Linhares | Aeroporto
10-02 | Lisboa | Alfabeto Lisboeta: nos limites | José Louro | Olivais
17-02 | Lisboa | Alfabeto Lisboeta: nos limites | José Louro | Rio Trancão
24-02 | Lisboa | Vamos desenhar com... | Ana e Mário Crispim | Museu Arqueológico do Carmo e USkP

Desafio 85 - Lápis de cor

O desenho mais comentado no desafio do mês de Janeiro é da autoria do Pedro Cabral, que apesar de gostar de lápis de cor, sentiu falta da caneta.

Sem comentários: