Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Ria Formosa

Sem dúvida que gosto de viajar.
O insólito, a descoberta, o fora do vulgar... mas também me agradam os valores seguros. Aqueles que sem novidade me vão maravilhando a cada regresso. E aí o passeio na Ria Formosa dá cartas. Vale sempre a pena, é simultaneamente repetido, novo e deslumbrante.
Gosto de ir desenhando à velocidade da navegação. São imagens fugazes em constante mutação... longe, perto, longe... que me vão passando pelos olhos e deixam saudades no momento em que desaparecem.

Salamanca III - a catedral




A catedral de Salamanca, que na verdade são duas catedrais anexas. Uma visita obrigatória.
Há uns anos, durante uns restauros das esculturas que ornamentam uma das entradas e para marcar os tempos modernos, foram acrescentados um astronauta e uma criatura a comer um cone de gelado.

Quinta das Conchas




Um sketch que já tem uns dias.

As cores da Irlanda

Este Verão revisitei a Irlanda e fiquei mpressionada pelas suas cores.
Os cinzentos azulados quando chove...

 ...os verdes da erva molhada que sobressaiem quando o sol abre.



Dormentes

Pilha de dormentes à espera de ser utilizada na renovação da linha férrea , na estação de Caxias
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                               
Material utilizado na renovação da linha de Cascais, na estação de Caxias

O homem do canhão da Nazaré

Por estes dias, o surfista das ondas gigantes Garrett McNamara anda por aí um pouco por todo o lado. Desdobra-se em conversas, sessões de autógrafos, aulas de surf, etc. Parece apaixonado pelo nosso país, num caso de amor correspondido. 
No sábado passado esteve no Centro de Alto Rendimento de Surf de Viana do Castelo- Cabedelo e deu para conhecer um pouco mais sobre aquele que tem sido um dos melhores embaixadores das nossas praias por esse mundo fora. Sempre simpático e disponível, assinou o skate do meu filho e o meu diário gráfico. 

Praia Pequena do Pópulo




(Caneta caligráfica, lápis de cor, grafite e aguarela)                                                                         «in situ»


Passeio público

Durante o mês de agosto, em Faro, há um festival de folclore, mas o folclore está todo nas ruas.
Basta sentarmo-nos numa esplanada e ele passa à nossa frente. É uma espécie de passeio público.

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

PoSk #024


Mais um PoSk em Agosto, como eu gosto.
Manhã na Praça da Batalha com os olhos no Teatro S. João, almoço na mesa com os dentes num polvo à lagareiro e tarde nas Escadas dos Guindais com os lábios na espuma de um fino na esplanada dos Guindalenses!






Vista de Belém


Rabelos no Douro

O Porto cada vez está mais luminoso! E os barcos Rabelo são pinceladas de cor no rio Douro...irresistíveis para captar em sketch,mesmo que a aguarela seja retocada mais tarde. Assim fiz!


Praia (3)



Praia (2)



Madeira, dia III





O 21º Encontro USk da Raia é já este Sábado:
http://mailchi.mp/61407e44bd5a/jaai3w9pa3-1100073?e=ee25a3c32a

Atenção: quem pretender dormida gratuita em Badajoz deverá inscrever-se aqui:
https://goo.gl/hk2Fx4


Praia (1)



Praia quer dizer: modelos à borla! :)
(o site irá receber o programa desta edição muito em breve)
Temos muitas e boas surpresas. Para abrir um pouco o véu, podemos adiantar a presença de Gérard Michel, Alfonso Garcia Garcia e Pedro Lopes (outro aguarelista de "peso" francês está por confirmar).

Apoiem este projecto. Obrigado e até breve.


Salamanca II

Pela cidade vão surgindo pequenas igrejas:


Sketch fast or dry trying


Nas praias de Lagos, os modelos semi-nus gratuitos e as paisagens naturais desenháveis abundam. Mas o sol escaldante seca aguarelas e queima costas à bruta. Portanto, ou se leva uma atitude rápida e descontraida para os desenhos, ou se leva um guarda-sol.

Trinta Sete das Seibeiras

Quando vou ao centro de Aveiro ao fim da tarde, prefiro estacionar num local que é livre e andar mais um bocadinho, que andar às voltas à procura de estacionamento. Muitas vezes fico com o carro virado para esta casinha do outro lado do canal, cujo nome me chamou a atenção. Encontro sempre alguém a regar uma pequena horta em seu redor. Fica situada num local em que parece deslocada do seu meio, mas antes da construção da estrada que a separa da sua Marinha, estaria bem no seu lugar. É a casa de arrumos da Marinha Trinta Sete das Seibeiras, e que pertence ao grupo Sul das Marinhas de Aveiro, um dos cinco em que se organiza o Salgado de Aveiro.

Aproveitei e fiz uns rabiscos com a Bic num cadernito que levo sempre. O nome não o conseguia ver bem pois estava a ficar escuro e em casa procurei na net. Encontrei a imagem do painel de azulejos num site de arquivo fotográfico dedicado aos azulejos. Foi feito na fábrica Aleluia.

Rio Tejo


Fim de tarde





DESAFIO 81-MECANISMO

DESAFIO 81
- Setembro  de 2017 - 
MECANISMO
Desenhar as  partes que constituem uma máquina; o funcionamento de um aparelho mecânico.

Participa até 25 de Setembro.
Atenção à etiqueta: Desafio81
As regras para participar estão disponíveis em:


O desenho mais comentado do mês de Agosto é  da Rita Caré.

À espera


terça-feira, 29 de agosto de 2017

WINTER IS COMING


Adraga

Fui desenhar à praia da Adraga! Estava um frio....umas pessoas abrigadas outras de toalha às costas. Fiz este desenho muito rapidamente e vim embora. Lá ao fundo o barrão ameaçador anunciava que vinha aí o nevoeiro. Tão cedo não vou à Adraga!
Leonor Janeiro

Hoje fui ao Mercado de Campo de Ourique...

...e vim para casa com uns jaquinzinhos, já amanhados pelo Ricardo!

Desenhos que ficaram para trás

Cidade Rodrigo. Uma agradável surpresa. Para quem não conheça...é muito desenhável




O belo jardim da casa junto ao Colégio das Doroteias ao Campo Pequeno.

Praia pequena de Água d'Alto


As praias de São Miguel este ano estão espetaculares, os problemas colocam-se ao nível do estacionamento e Água d'Alto não é exceção.

(Caneta caligráfica, carimbo, lápis de cor, grafite e aguarela)                                                     mais aqui:  «in situ»


#57 Pastéis de Belém * Lojas tradicionais de LIsboa


Pode-se perguntar o porquê de tanta fila no n. 84 da Rua de Belém, mas isso já nem o estrangeiro pergunta. Ele sabe, nós sabemos. Todos sabem. Pastéis de Belém. E mesmo com fila de espera, casa cheia, calor, frio, chuva, ninguém desiste. A espera vale a degustação de uma tradição que remonta a 1837. Uma degustação que nunca se fica por um, por dois, por três... e nem precisamos contar mais... Um pastel que, diga-se, não é pastel de nata (isso é quase ofensivo) é Pastel de Belém. Uma das 7 maravilhas gastronómicas de Portugal por direito próprio. E pronto... por entre os sketchs... estão a adivinhar como começou e acabou a história... pois claro!
- José Leal

"Cadernos da América Latina" no Porto

Foi com este desenho, feito à porta do Mercado Municipal de Cuenca, Equador, enquanto esperava que a chuva passasse, que as Edições Afrontamento fizeram o cartaz (está aqui) para a exposição “Cadernos da América Latina”, que vai abrir na sexta-feira dia 1, às 21h30 no espaço Mira Forum no Porto, rua de Miraflores ao pé da estação da Campanhã.

Na mesma altura será também apresentado o livro “Caderno da América Latina”.

Apareçam!