Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 19 de março de 2017

Minde um dia de surpresas

Quando Chegámos a Minde já tinha começado a Visita guiada ao Museu. Fomos comer um croquete e beber um café no Café Eiras da Dona Emília Ribeiro uma senhora muito simpática que se meteu logo com a Inês porque ela pediu um garoto escuro. Foi uma paragem rápida porque queríamos ir à descoberta. Não andei muito porque logo a seguir apaixonei-me pela capela de S. António.
Catraia Teodorinha (Capela) de santo António
De seguida fomos ver o Museu da aguarela pois estava na hora da entrada do segundo grupo. O Museu é pequeno mas a forma entusiasta como nos receberam transforma cada peça numa viagem de histórias. Adorei conhecer a história de Vida de Roque Gameiro, da sua paixão pelo País e da sua forma de estar. Logo á entrada está o seu lema "Honra teus avós" que demonstra como era importante por ele o património, o legado.

Foi no museu que tive o meu primeiro contacto com o Minderico que achei fascinante e de certa forma muito visual.
Se não vejam:
Desenho diz-se O do Charuto
Aguarela é Borra regatinhada.
Papel escreve-se Moinho da fonte.
Todas estas palavras têm histórias associadas fruto do seu desenvolvimento pela via da oralidade.

Ainda antes do almoço fiz um desenho do Torreão.

Claro que também fui espreitar um bocadinho da exposição. É um exposição que dignifica os desenhos muito bem montada. Nota-se que foi tudo pensado ao detalhe. É uma exposição que nos deixa a todos muito orgulhosos.


4 comentários:

nelson paciencia disse...

O teu primeiro desenho está estupendo!

Bruno Vieira disse...

boa reportagem

Rosário disse...

Que desenhos entusiasmados!

USKP disse...

Que reportagem tão interessante!
Fico ainda mais ansiosa por ir ver a exposição, ver os nossos trabalhos e...treinar o Minderico.

Fefa