Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Casa Amora | Lisboa

Adorei a Casa Amora...  achei que já a conhecia. Acompanhei, através deste blog, com diversas publicações, o encontro que teve como objeto de atenção esta casa de hóspedes e senti-me dentro dos desenhos.

(uni Posca, Graph'it shake e deleter Neopiko-Line 2_ 0,03 sobre Ebru)                                                                                             |«in situ»|

2 comentários:

hfm disse...

;)

zeta disse...

Todos os compartimentos e recantos da Casa Amora são motivos para registos Esta imagem ficará para uma boa lembrança.