Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Museu Soares dos Reis

Numa Visita ao Museu SR, podemos encontrar muitas coisas belas. As pinturas de Henrique Pousão, um calipolense, e as esculturas de António Soares dos Reis, entre outras obras e autores não menos importantes.
Tirei um tempo para um desenho. Era inevitável...
Cão

Another time another place

Arraiolos

Rio Sado

Nova Oeiras

Torre do Tombo

Bom Ano Novo

Com estes desenhos do Natal deixo-vos os meus votos de um Bom Ano Novo cheio de energia para desenhar.

Cabeça. Aldeia Natal

Cabeça. Aldeia Natal.
Louriga. Seia
Gostava de saber usar os elogios certos para poder retribuir o fim-de-semana que a aldeia de Cabeça me proporcionou. Não muito longe da serra de estrela dos polares garridos, das calças almofadadas e dos óculos espelhados existe uma serra real, humana, acolhedora e muito bela.
É o caso de Cabeça, que assinala o Natal não com artificialismos de plástico, mas com as ruas da aldeia decoradas com as ramas da limpeza das matas e da floresta. Juntos, com grande espírito empreendedor e de união, Cabeça recebe os visitantes com um enorme sorriso. E, aqueles como eu que tiverem o privilégio de ali passar um fim-de-semana saem de alma cheia, com o verdadeiro espírito de Natal.
Por isso, com Cabeça, desejo a todos um Bom Ano de 2015



Um bom ano NOVO para todos...


Descobri umas Artline  muito «simpáticas» que me permitem usar água para criar manchas com alguma liquidez e, já agora, desenhar com as cores do Natal enquanto me preparo para o novo ano com uma paleta «lusitana» revestida de otimismo e esperança.

_Um bom ano novo para todos... repleto de interação, criatividade e coisas «novas»!

(Artline 200 Fine 0.4 e água)                                                                                                                                               | «in situ» |

 


Com esta dupla, página feita em dias diferentes, desejo a todos o melhor para 2015.

Até para o ano!

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

revendo 2014

Apenas 12 desenhos para rever 2014 AQUI. Bom ano de 2015 para todos!

Um desenho rápido

O desenho abranda-me. Perco-me nas linhas. Mas neste caso quando comecei o desenho o sol já tinha desaparecido. A folha do caderno mal se via pelo que optei por fazer um desenho muito rápido (quase desenho cego). O desenho é feito de escolhas. É para mim interessante ver as escolhas que fiz perante a falta de tempo. Também gosto de sentir este registo rápido mas não stressante. É uma calma rápida.
A cor acrescentei depois mas acho que não trouxe nada de novo ao desenho. Talvez um pouco de contraste.

Caligrafia e som.... vão-se intercalando aqui por casa. Por enquanto as férias ainda permitem a exploração de instrumentos exóticos.
(Artline 200 Fine 0.4 e água)                                                                                                                                                          | «in situ» |

Uma visita a Óbidos






No passado fim de semana fui até Óbidos para visitar a Vila Natal. Apesar de ter sido uma confusão e de ter ficado algo decepcionado, encontrei um tempinho (muito curto, o que a filha me disponibilizou) para fazer uns desenhos. O começo da viagem à porta da minha casa em Torres Vedras; um plano da praça do pelourinho onde estava a bilheteira, um desenho ultra rápido feito em andamento e o último, às portas da cidade, pouco antes de ir embora. É uma vila que vale sempre a pena visitar e certamente voltarei em breve, pois acho que estes desenhos souberam a pouco ;)

https://www.facebook.com/intervalosalmoco

Deambular...

...pela Sé de Lisboa!

Frigo


Beco em Algés


Também é um desafio desenhar os cantos feios da urbe, à partida desprovidos de interesse... os becos também são gente.

Skaters

No dia 26 de Dezembro fui ao paredão de Carcavelos. Estava aquele ambiente pós Natal, em que as famílias vêm, com os miúdos cheios de expectativas, experimentar os brinquedos novos, as bicicletas, os patins, ou simplesmente passear... apeteceu-me desenhar estes miúdos a andar de skate e, como estava muito frios, apeteceu-me fazer um desenho sem cor, para variar.


Cabeça, Aldeia Natal

É um projeto de orçamento participativo e mobiliza toda a população da aldeia.
Durante semanas juntam-se fabricando enfeites com folhas, giestas, bolotas, cascas de eucalipto... tudo o que vem da limpeza das matas e nada de plástico.
Em dezembro é a grande festa, com a aldeia toda decorada mas, o mais impressionante, é o empenho e entusiasmo que todos os vizinhos põem no empreendimento. Um verdadeiro projeto comunitário.


bYfurcação - Pedro e o Lobo

Gostei da experiência em registo caricatura (aqui) e repeti-a no desenho da companhia de teatro bYfurcação, feito durante a sua actuação numa recreação bem humorada do "Pedro e o Lobo" com uma grande dose de improvisação.


segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Narrativas Visuais

Começamos por desenhar no Diário Gráfico (ver exemplos em baixo). O Museu Arqueológico do Carmo tem muitas figuras para desenhar. Vamos registá-las e servem de ponto de partida para o passo seguinte: contar uma história e criar um pequeno filme. 

A partir do dia 8 de janeiro, durante 5 sessões, no total de 25 horas, a acção de formação “Narrativas Visuais”, dirigida sobretudo a professores, promovida pela apecv (associação de professores de expressão e comunicação visual) e tendo como formadores eu próprio e Helena Lopes.




Câmera Lúcida

Por curiosidade adquiri uma Câmera Lúcida, quero perceber o seu funcionamento para, também, mostrar aos meus alunos. Estas são as minhas primeiras experiências... acabei a desenhar o meu novo gadget...
                                                                                                                                                                                                  | «in situ» |

Palácio dos Correios

Inaugurado em 1953 o Palácio dos Correios, como ficou conhecida a Central Telefónica de Lisboa erguida na Praça D.Luis I, vai ser convertido em prédio de habitação.


Experimentar a prenda de Natal :)

O conjunto Taylor Shape - Art Graf  da Viarco foi mesmo feito para ser experimentado nesta época, entre azevias, filhoses e barrigas de freira, estavam lá as cores todas para poder dar forma a estas tentações da época natalícia :)


As azevias e as filhoses, com um desenho da Clarinha do lado direito

As barrigas de freira e um desenho do meu irmão Edmundo

O meu irmão e o meu sobrinho João. As cores terra da grafite aguarelável.

Adicionar legenda

Desenhos em família

Com o frio que se faz sentir, acrescendo ao facto de ser particularmente friorento, não me tenho arriscado muito a desenhar ao relento. Assim, acabo por desenhar sobretudo dentro de portas, aqueles que me são mais próximos. Aqui ficam alguns últimos registos.

Um close-up da Nini no metro, atenta ao telemóvel

Em casa da minha mãe, o meu irmão a dormir no sofá

Um close-up da minha mãe, atenta à televisão

A minha mãe, agasalhada com o seu robe azul, a ver televisão

Dupla página

 


Mais um sketchbook acabado, estou digitalizando as últimas páginas.

domingo, 28 de dezembro de 2014

O TEMPO do Natal

Este Natal deixou-me no sapatinho, o bem mais precioso de todos: TEMPO.
Estive na província, onde se está tão bem, e com as pessoas de quem mais gosto. Entretido por entre mesas fartas, conversas e momentos irrepetíveis, e solinho nas esplanadas de Alcobaça, não resisti a desenhar a toda a hora.
Mais desenhos AQUI
 


 

Turner's Sketchbooks

Na primeira cena do filme “Mr. Turner” vê-se o pintor J.M.W. Turner (1775-1851) a desenhar de observação no seu pequeno caderno. 

Um acontecimento referido no filme, que não se sabe se é verídico, é quando ele pede para ser amarrado a um mastro de um barco no meio de uma tempestade para poder contemplá-la. Essa tempestade foi motivo de várias pinturas. O primeiro esboço em baixo talvez tenha sido também feito na continuação dessa experiência. 

Se quiserem ver mais desenhos feitos em cadernos de Turner podem espreitar aqui. Tirado do livro "Turner's Sketchbooks" de Ian Warrell. Tate Publishing. Londres 2014.



Do Equinócio ao Solstício - o meu primeiro caderno

Aqui está o meu primeiro diário gráfico, começado no dia do equinócio do Outono e terminado no solstício do Inverno. Foi uma estação inteira a desenhar com regularidade, coisa que nunca tinha feito. Usei um "artist's journal" da Winsor & Newton que tinha em casa há vários anos. Desenhei sempre primeiro a lápis, fixando depois a linha (com uma caneta Pigma Micron ou de outra marca), para colorir com aguarelas no fim. Uns desenhos resultaram melhor do que outros, continuo a debater-me as dificuldades que as aguarelas apresentam, mas penso que a evolução é visível. Apesar de já ter partilhado os desenhos individualmente, é por isso que partilho agora, neste formato, o caderno na íntegra, para se poder ver em perpectiva. Obrigado a quem me tem ajudado nesta aventura, sobretudo ao José Louro e ao Mário Linhares nas sessões do Alfabeto Lisboeta.

Timor-Leste: caderno 10 (III)

Díli, durante as Jornadas de Educação de Timor-Leste2014, pessoas, 20 a 25 outubro 2014

Díli, durante as Jornadas de Educação de Timor-Leste2014, pessoas, 20 a 25 outubro 2014

Díli, durante as Jornadas de Educação de Timor-Leste2014, pessoas, 20 a 25 outubro 2014

Díli, durante as Jornadas de Educação de Timor-Leste2014, pessoas, 20 a 25 outubro 2014

Cores de natal

Não conteceu por acaso, o desenho a verde e vermelho... as cores são natalicias e combinam bem.

(Caneta Artline 200 Fine 0.4 e água)

Bom Ano 2015

Que o ano de 2015 nos traga muitos momentos de desenho.
Viajar, viajar, viajar....