Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Challenge 48

Challenge lançado por Tiago Cruz.

Associados à oposição natureza/cultura, estão, muitas vezes, outros jogos de oposições como: primitivo/desenvolvido, pureza/poluição, saúde/doença, tradição/modernidade, bem-estar/stress, entre outros, e, nesse sentido, as relações entre os elementos naturais e urbanos são relações pensadas e organizadas estrategicamente e que acabam por reflectir uma forma de pensar, agir e viver. A natureza assume-se não só como um simples elemento decorativo, mas também com uma função e significados específicos. Como por exemplo, a sombra de uma árvore, um passadiço junto ao rio ou um jardim interior.

Proponho que, recorrendo ao Diário Gráfico, explorem estas relações entre natureza/cultura. Seja na forma como o espaço natural é conquistado pelo urbano, na forma como os elementos naturais são introduzidos no urbano, as funcionalidades, nas variadas formas de interacção entre sujeito, natureza e cultura, etc…

Bons registos!


1 comentário:

Henrique Vogado disse...

Aqui está um belo desafio.
Agora que se assiste ao retornos das hortas e das plantas à cidade é bom poder registar este mix.